Central de Notícias

AVC

Infecções do trato urinário foram associadas a um aumento do risco de acidente vascular cerebral isquêmico em mais de cinco vezes dentro de uma janela de sete dias.
Um novo estudo identificou várias infecções como potenciais desencadeantes do acidente vascular cerebral, com pesquisadores sugerindo que as descobertas podem ter implicações importantes para os tratamentos naqueles pacientes em risco.
Para o estudo, os pesquisadores examinaram dados dos bancos de dados de pacientes internados no estado de Nova York (2006-2013), explorando a ligação entre a exposição a várias infecções, incluindo pele, infecção do trato urinário (ITU), septicemia, infecções respiratórias e abdominais, em diferentes períodos de tempo antes do AVC isquêmico agudo, hemorragia intracerebral e hemorragia subaracnoide. Registros para hospitalizações por infecções foram considerados para 7, 14, 30, 60, 90 e 120 dias antes da ocorrência do AVC.
Eles descobriram que todos os tipos de infecção estavam ligados a um aumento da probabilidade de acidente vascular cerebral isquêmico, com a maior associação para infecções do trato urinário (ITUs) (odds ratio [OR] 5,32; 95% CI 3,69-7,68) dentro da janela de sete dias. Para hemorragia intracerebral, os riscos foram maiores com ITUs, septicemia e infecções respiratórias. Apenas a infecção respiratória foi associada à hemorragia subaracnóidea.
"Os profissionais de saúde precisam estar cientes de que o AVC pode ser desencadeado por infecções", disse o autor Mandip Dhamoon. "Estes resultados sugerem que pode haver implicações para a vacinação, regimes antibióticos ou tratamentos antitrombóticos intensivos, não só para prevenir as infecções, mas para prevenir o AVC naqueles que são considerados de alto risco".
Referências: Sebastian S, Stein LK, Dhamoon MS. Infection as a Stroke Trigger: Associations Between Different Organ System Infection Admissions and Stroke Subtypes. Stroke. 27 June 2019. DOI: 10.1161/STROKEAHA.119.025872.


Comentários

Responder
luiz
14 Ago 2019
uma placa de ateroma (coágulo) já desencadeia um processo inflamatório com os glóbulos brancos alterando a hemodinâmica do endotélio como medidas de proteção, porém se houver inflamações genito-urinárias o risco aumenta e a comorbidade recrudesce
Responder
Luciene Ackel
10 Ago 2019
Nossa interessante pra eu que faço CCIH! Desconhecia..
Responder
Aloysio Braga Landim
10 Ago 2019
Excelente artigo. Desconhecia.
Responder
Cladinei Bon
10 Ago 2019
Interessante
Responder
Marcos Francisco da Silva
08 Ago 2019
Poise e foda