Central de Notícias

Tópicos

Notícias gerais

Injeções intra-articulares de esteroides resultam em eventos adversos articulares graves:

   Compartilhar notícia

De acordo com uma nova investigação, antes de administrarem a injecção intra-articular de corticosteroides (IACS) para a osteoartrite (OA) do quadril ou do joelho, os médicos devem avaliar as características radiográficas e os aspectos do doente que causem um aumento do risco de efeitos adversos nas articulações.

O estudo analisou 459 doentes que receberam uma IACS (40 mg de triamcinolona, 2 ml de lidocaína a 1% e 2 ml de bupivacaína a 0,25%) num único centro em 2018. Destes, 218 não foram submetidos a seguimento radiográfico ou de ressonância nuclear magnética, ou foram submetidos a uma artroplastia total de joelho sem avaliação de imagens pré-cirúrgicas adicionais.

Os autores fizeram quatro descobertas principais em exames radiológicos do paciente após as IACS:

- Aceleração da progressão da OA (6%)

- Fratura subcondral (0,9%)

- Complicações de osteonecrose (0,7%)

- Destruição articular rápida, incluindo perda óssea (0,7%)

No total, com base nos resultados disponíveis de imagiologia pós-procedimento, foram registados 36 acontecimentos adversos articulares em 36 doentes (19 mulheres) num total de 459 IACS (8%). Os pacientes afetados tinham entre 37 e 79 anos de idade e receberam uma a três IACS, com um intervalo de 2 a 15 meses entre o momento da injeção e a documentação do evento articular por exame de imagem. 

Os autores afirmam que deve haver um baixo limiar para a obtenção de exames de imagem antes de realizar a IACS. 

Referências: Kompel AJ, Roemer FW, Murakami AM, Diaz LE, Crema MD, Guermazi A. Intra-articular Corticosteroid Injections in the Hip and Knee: Perhaps Not as Safe as We Thought? Radiology. Published online Oct 15, 2019. Doi: 10.1148/radiol.2019190341. 

 


Comentários

Nenhum comentário enviado. Seja o primeiro a comentar!