Central de Notícias

Tópicos

Notícias gerais

O Facebook e o Instagram reforçam o combate à desinformação sobre a vacinação

 

O Facebook, o gigante das redes sociais, comprometeu-se a combater a desinformação sobre a vacinação, assegurando que os seus usuários encontrem fatos sobre vacinas nas pesquisas em grupos, páginas e fóruns do Instagram e do Facebook, onde as pessoas procuram informações e conselhos.

No início deste ano, a empresa anunciou que estava tomando algumas medidas para lidar com a desinformação sobre a vacinação, incluindo rejeitar anúncios com informações erradas. O Facebook e a Organização Mundial de Saúde (OMS) têm debatido há vários meses para garantir que as pessoas possam acessar informações oficiais sobre as vacinas e reduzir a disseminação de imprecisões. Foi anunciado que o Facebook irá agora direcionar os usuários para informações da OMS sobre vacinas para garantir que as mensagens vitais sobre saúde cheguem às pessoas que mais necessitam.

“As principais organizações digitais têm uma responsabilidade perante os seus usuários de garantir que estes consigam acessar fatos sobre vacinas e saúde. Seria ótimo ver as plataformas sociais e de pesquisa juntas para aproveitarem a sua capacidade combinada de alcance”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor-Geral da OMS.

Disse ainda que estes esforços online têm de ser equiparados com medidas tangíveis por parte dos governos e do setor da saúde para promover a confiança na vacinação e dar resposta às necessidades e preocupações dos pais.

Referências: World Health Organization. Vaccine Misinformation: Statement by WHO Director-General on Facebook and Instagram . 04 September 2019.

 


Comentários

Nenhum comentário enviado. Seja o primeiro a comentar!