Central de Notícias

Tópicos

Notícias gerais

Semaglutida subcutânea combinada à terapia comportamental intensiva teve efeito significativo de perda de peso em adultos com sobrepeso ou obesidade

   Compartilhar notícia

Semaglutida subcutânea combinada à terapia comportamental intensiva teve efeito significativo de perda de peso em adultos com sobrepeso ou obesidade

A perda de peso melhora os fatores de risco cardiometabólico em pessoas com sobrepeso ou obesidade. A intervenção intensiva no estilo de vida e a farmacoterapia são as abordagens não invasivas mais eficazes para a perda de peso.

O objetivo desse estudo, publicado pelo periódico JAMA, foi comparar os efeitos da semaglutida subcutânea uma vez por semana, 2,4 mg, vs placebo para controle de peso como um complemento à terapia comportamental intensiva com dieta inicial de baixa caloria em adultos com sobrepeso ou obesidade sem diabetes.

O estudo randomizado, duplo-cego, de grupo paralelo, fase 3a, de 68 semanas (STEP 3) foi realizado em 41 locais nos EUA de agosto de 2018 a abril de 2020 em adultos sem diabetes (N = 611) e com excesso de peso (índice de massa corporal ≥27) mais pelo menos uma comorbidade, ou obesidade (índice de massa corporal ≥30).

Os participantes foram randomizados (2:1) para semaglutida, 2,4 mg (n = 407) ou placebo (n = 204), ambos combinados com uma dieta de baixa caloria nas primeiras 8 semanas e terapia comportamental intensiva (ou seja, 30 consultas de aconselhamento) durante 68 semanas.

Os desfechos co-primários foram a mudança percentual no peso corporal e a perda de 5% ou mais do peso basal na semana 68. Os desfechos secundários confirmatórios incluíram perdas de pelo menos 10% ou 15% do peso basal.

De 611 participantes randomizados (495 mulheres [81,0%], idade média de 46 anos [DP, 13], peso corporal de 105,8 kg [DP, 22,9] e índice de massa corporal de 38,0 [DP, 6,7]), 567 (92,8%) concluíram o ensaio, e 505 (82,7%) estavam recebendo tratamento no final do ensaio.

Na semana 68, a alteração média estimada do peso corporal desde o início foi de –16,0% para semaglutida vs –5,7% para o placebo (diferença, –10,3 pontos percentuais [IC 95%, –12,0 a –8,6]; P <0,001).

Mais participantes tratados com semaglutida vs placebo perderam pelo menos 5% do peso corporal basal (86,6% vs 47,6%, respectivamente; P <0,001). Uma proporção mais alta de participantes no grupo semaglutida vs placebo obteve perdas de peso de pelo menos 10% ou 15% (75,3% vs 27,0% e 55,8% vs 13,2%, respectivamente; P <0,001).

Os eventos adversos gastrointestinais foram mais frequentes com semaglutida (82,8%) vs placebo (63,2%). O tratamento foi interrompido devido a esses eventos em 3,4% dos participantes da semaglutida versus 0% dos participantes do placebo.

O estudo concluiu que, entre adultos com sobrepeso ou obesidade, a semaglutida subcutânea uma vez por semana em comparação com o placebo, usada como adjuvante da terapia comportamental intensiva e dieta inicial de baixa caloria, resultou em perda de peso significativamente maior durante 68 semanas. Mais pesquisas são necessárias para avaliar a durabilidade dessas descobertas.

Fonte: JAMA, publicação em 24 de fevereiro de 2021.


Comentários

Responder
gBqsPxAZ
18 Jul 2021
555
Responder
Fábio de Amorim Trindade Fagundes
17 Jun 2021
Excelente aplicativo